29/09/2009

Para combater o mau feitío cozinho...

E, hoje, o resultado foi o seguinte:


Pao de alho com Mozzarella, Brushetta, Lasanha e saladinha.


And for desert:

Bolinho que nao precisa de apresentacoes...
Bem... Estou que nem posso... Tanta caloria junta até pode fazer mal...

Eleicoes

Desde Domingo que toda a gente com quem falo, se queixa que o PS voltou a ganhar. Que Portugal nunca mais sai da merda.
HELLOOOOOO!! Mais de 40% de abstencao nao vos diz nada???? Talvez possa querer dizer que o Portugues nao quer saber... Nao se rala.... Ou tem coisas mais importantes para fazer em dia de elicoes.
Eu nao votei porque nao posso! Nao me deixam votar! Porque emigrei para fugir dessa crise, da falta de dinheiro, das contas para pagar sem fim, da falta de qualidade de vida, do pouco tempo para os filhos e do stress, da depressao e da tristeza.
Nao consigo perceber gente que nao vota porque acha que nao muda nada; que nao vota porque nao lhe apetece chatear-se ou desviar-se do seu caminho para a praia. Gente que nao se cansa de tanto mal passar em Portugal.
Nada vai mudar se nao fizermos a nossa parte, sabem?
Em Portugal há gente demais a gostar de se lamentar, queixar e estender a mao, sem fazer o minimo esforco por nada. Se tudo mudasse como se queixariam?
Isto deprime-me! 40% de abstencao é um escandalo!

26/09/2009

Em dia de refleccao

Eduardo Prado Coelho, antes de falecer (25/08/2007), deixou-nos esta reflexão, sobre nós todos.

"Precisa-se de matéria prima para construir um País

Eduardo Prado Coelho - in Público

A crença geral anterior era de que Santana Lopes não servia, bem como Cavaco, Durão e Guterres.Agora dizemos que Sócrates não serve.
E o que vier depois de Sócrates também não servirá para nada.
Por isso começo a suspeitar que o problema não está no trapalhão que foi Santana Lopes ou na farsa que é o Sócrates.
O problema está em nós. Nós como povo.
Nós como matéria prima de um país.
Porque pertenço a um país onde a ESPERTEZA é a moeda sempre valorizada, tanto ou mais do que o euro.
Um país onde ficar rico da noite para o dia é uma virtude mais apreciada do que formar uma famíliabaseada em valores e respeito aos demais.
Pertenço a um país onde, lamentavelmente, os jornais jamais poderão ser vendidos como em outros países, isto é, pondo umas caixas nos passeios onde se paga por um só jornal E SE TIRA UM SÓ JORNAL, DEIXANDO-SE OS DEMAIS ONDE ESTÃO.
Pertenço ao país onde as EMPRESAS PRIVADAS são fornecedoras particulares dos seus empregados pouco honestos, que levam para casa, como se fosse correcto, folhas de papel, lápis, canetas, clips e tudo o que possa ser útil para os trabalhos de escola dos filhos... e para eles mesmos.
Pertenço a um país onde as pessoas se sentem espertas porque conseguiram comprar um descodificador falso da TV Cabo, onde se frauda a declaração de IRS para não pagar ou pagar menos impostos.

Pertenço a um país:
-Onde a falta de pontualidade é um hábito;
-Onde os directores das empresas não valorizam o capital humano.
-Onde há pouco interesse pela ecologia, onde as pessoas atiram lixo nas ruas e, depois, reclamam do governo por não limpar os esgotos.
-Onde pessoas se queixam que a luz e a água são serviços caros.
-Onde não existe a cultura pela leitura (onde os nossos jovens dizem que é 'muito chato ter que ler') e não há consciência nem memória política, histórica nem económica.
-Onde os nossos políticos trabalham dois dias por semana para aprovar projectos e leis que só servem para caçar os pobres, arreliar a classe média e beneficiar alguns.
- Onde as cartas de condução e as declarações médicas podem ser 'compradas', sem se fazer qualquer exame.
-Um país onde uma pessoa de idade avançada, ou uma mulher com uma criança nos braços, ou um inválido, fica em pé no autocarro, enquanto a pessoa que está sentada finge que dorme para não lhe dar o lugar.
-Um país no qual a prioridade de passagem é para o carro e não para o peão.
-Um país onde fazemos muitas coisas erradas, mas estamos sempre a criticar os nossos governantes.

Quanto mais analiso os defeitos de Santana Lopes e de Sócrates, melhor me sinto como pessoa, apesar de que ainda ontem corrompi um guarda de trânsito para não ser multado.
Quanto mais digo o quanto o Cavaco é culpado, melhor sou eu como português, apesar de que ainda hoje pela manhã explorei um cliente que confiava em mim, o que me ajudou a pagar algumas dívidas.
Não. Não. Não. Já basta.
Como 'matéria prima' de um país, temos muitas coisas boas,mas falta muito para sermos os homens e as mulheres que o nosso país precisa.
Esses defeitos, essa 'CHICO-ESPERTERTICE PORTUGUESA' congénita,essa desonestidade em equena escala, que depois cresce e evoluia té se converter em casos escandalosos na política, essa falta de qualidade humana, mais do que Santana, Guterres, Cavaco ou Sócrates, é que é real e honestamente má, porque todos eles são portugueses como nós, ELEITOS POR NÓS. Nascidos aqui, não noutra parte...
Fico triste.
Porque, ainda que Sócrates se fosse embora hoje, o próximo que o suceder terá que continuar a trabalhar com a mesma matéria prima defeituosa que, como povo, somos nós mesmos. E não poderá fazer nada...
Não tenho nenhuma garantia de que alguém possa fazer melhor, mas enquanto alguém não sinalizar um caminho destinado a erradicar primeiro os vícios que temos como povo, ninguém servirá. Nem serviu Santana, nem serviu Guterres, não serviu Cavaco, nem serve Sócrates e nem servirá o que vier.
Qual é a alternativa ?
Precisamos de mais um ditador, para que nos faça cumprir a lei com a força e por meio do terror ?
Aqui faz falta outra coisa. E enquanto essa 'outra coisa' não comece a surgir de baixo para cima, ou de cima para baixo, ou do centro para os lados, ou como queiram, seguiremos igualmente condenados, igualmente estancados... igualmente abusados !
É muito bom ser português. Mas quando essa portugalidade autóctone começa a ser um empecilho às nossas possibilidades de desenvolvimento como Nação, então tudo muda...
Não esperemos acender uma vela a todos os santos, a ver se nos mandam um messias.
Nós temos que mudar. Um novo governante com os mesmos portugueses nada poderá fazer.
Está muito claro... Somos nós que temos que mudar.
Sim, creio que isto encaixa muito bem em tudo o que anda a acontecer-nos:
Desculpamos a mediocridade de programas de televisão nefastos e, francamente, somos tolerantes com o fracasso.
É a indústria da desculpa e da estupidez.
Agora, depois desta mensagem, francamente, decidi procurar o responsável, não para o castigar, mas para lhe exigir (sim, exigir) que melhore o seu comportamento e que não se faça de mouco,de desentendido.
Sim, decidi procurar o responsável e ESTOU SEGURO DE QUE O ENCONTRAREI QUANDO ME OLHAR NO ESPELHO. AÍ ESTÁ. NÃO PRECISO PROCURÁ-LO NOUTRO LADO.
E você, o que pensa ?... MEDITE !

EDUARDO PRADO COELHO

23/09/2009

Nao estou nada habituada a gente honesta

O maridinho e o filho mais velho forma ao Ikea em Leeds, no Sábado, buscar uma cama para o puto.
Carregaram o carro com quase tudo, mas esqueceram-se de uma das caixas ao lado do carro, no chao do parque de estacionamento.
Chegam a casa e toca de montar a cama. UPSSSSS!!! Falta a base da cama....
Lá fomos nós de volta ao Ikea para comprar mais uma base para a cama, mas á chegada resolvemos ver se a caixa ainda lá estava. Nao, mas no servico ao cliente dizem-nos que alguém lhes entregou uma caixa com uma base de cama que estava esquecida no Parque de estacionamento.
LINDO!! Já nao comprámos a base, pois viemos todos contentes para casa com a que ficou esquecida.
Ve-se mesmo que nao foi lá na Tugaland... Nao interessava o que era, leva-se para casa, pois se nao servir para mais nada, poe-se na lareira. Deve dar um lume porreiro...

22/09/2009

MST no seu melhor

Hoje, por acaso cruzei-me com esta alarvidade: Let's face it, by Miguel e Sousa Tavares, in Jornal Expresso de 17/08/2009.
Só me apetece fazer algumas consideracoes:
  1. Estou no Facebook, gosto e nao é por isso que me sinto mais ou menos acompanhada;
  2. Tenho 66 "amigos", dos quais, apenas uns 4 ou 5 nao sao amigos de verdade. Adicionei-os apenas por necessidade de forca maior (Mafia Wars...);
  3. O Facebook permitiu-me recuperar contactos perdidos há anos. Alguns há mais de 15 anos.
  4. Adoro jogar Mafia Wars;
  5. Adoro a minha quintinha do Farmville;
  6. Adoro o meu aquario do Fish World;
  7. Nao, nao gosto de revistas cor-de-rosa nem de "carneiradas" ("Mas como não cabem todos nas revistas ou nos programas televisivos, e como todos queriam beber da mesma água, os sobrantes encontraram no Facebook o instrumento exactamente adequado a esta ânsia de protagonismo, a esta irresistível compulsão de partilha que a todos reanima, com um sopro de vida como há muito não varria o mundo.).

Sendo assim, só tenho um recadito para este Sr: Trate-se!

Se já o achava odioso, pedante, parvo e mal-educado, agora entao.... Ai se te apanho no Facebook.....

21/09/2009

Nao posso...

Vivo momentos de muita incerteza, muitas dúvidas, muito querer e nao poder. Quando o nosso cantinho de desabafo é visitado por pessoas que sabem quem somos, como somos e se preocupam connosco, nao posso invadi-lo com todos estes meus fantasmas.
Tudo comecou como forma de exorcisar os receios, de dar noticias a quem está longe e de muitas vezes manifestar o meu agradecimento, o meu agrado ou desagrado e agora tudo evoluiu, tudo se tornou mais definitivo na minha vida e sinto-me tao só....
Por isso ando afastada daqui. Tento dar a volta por cima e, acima de tudo, tento acreditar que tudo o que fiz e faco é a pensar no melhor para nós.
Sou uma pessoa bem disposta, tipo bobo da corte. Nao sou dada a fossas, mas quando nao as consigo evitar, sao de caixao á cova. Mas eu sou do tipo que bato lá em baixo e passados dias já passou... Já nao é nada comigo.
O que queria???? Que o que deixei em Portugal se resolvesse, que acabassem todos os problemas na Tugaland para que podessemos viver em paz; que a minha familia nao fosse tao disfuncional para que eu pudesse chamar "minha familia de sangue" a algo mais do que nós os 4; que as pessoas deixassem de olhar só para o seu umbigo, que deixassem de ser tao egoístas, que fossem mais humildes.
Eu sou o que sou, está tudo á vista. Nem mais, nem menos! Mas tenho pena que duvidem muitas vezes do meu caracter, da minha amizade, do meu amor e da minha consideracao.
Quem quer, quer, quem nao quer, que ponha na borda do prato! E deixem-me em paz!!

14/09/2009

I fell again.... Down the damm stairs!!


Porque sou uma mal jeitosa, uma tropeca-em-tudo, uma gaja que anda sempre a mil, desde que se levanta, até que se deita, que está sempre a tropecar e a cair, hoje nao foi excepcao!!
Lá ia eu de manha a 200 á hora, para que o puto nao chegasse tarde á escola e.... Catrapum!!!! La fui eu escadas abaixo!!!
Meias de vidro em alcativa, sao eficientes no que diz respeito a quedas.... E assim foi!!
Estou que nem posso... Uma dor na "nalga" esquerda e a minha coluna (que já estava a precisar de reforma) agora está boa para a sucata!!
Raios partam a gaja que é doida! E despassarada! E "tem cara de quem cai" (como dizia uma colega minha)!
Por isso, hoje o puto mais novo esteve sempre de fralda, para eu nao ter que correr escada acima para ir á casa de banho com ela e o jantar sao Hamburgers... Essa iguaria...
Amanha é que vao ser elas.... BUÁÁÁÁÁ

10/09/2009

O que comeca torto jamais se endireita

E assim acabaram as minhas férias (quais férias???)...
Para terminar com chave de ouro, mais uma peripécia de tirar anos de vida.
No Aeroporto da Portela, check-in feito e já na fila do McDonald's para dar almoco aos putos (que nao comem a magnifica comida dos avioes), e ouco chamar o nome do marido nos altifalantes, para que se dirigisse ao balcao de check-in.
Larga tudo, sai da fila e lá vai o homem a pensar que se tinha esquecido de alguma coisa no balcao. Passa policia (ao contrário) e corre e corre.
Qual nao é o espanto quando de facto o stress era porque havia algo numa das malas que deveria ser averiguado. Teria que ser ele a abrir a mala na presenca da policia.
Mas que lindo!!
Última chamada para o voo e ele continuava á espera da PSP e a tentar adivinhar o que seria que estaria a causar tamanho stress.
Ao fim de mais uns minutos chega a policia, mao no coldre e pedem para ele abrir a mala.... Tira coisas, tira coisas... e.... Voilá!!!!! Uma pistolinha de brincar que o meu Guigo resolveu colocar dentro da mala, pois estava a ajudar a fazer as malas....
Pistola de um fato de carnaval do meu Duda, do Jack Sparrow, do filme Piratas das Caraíbas, que estava dentro de um caixote para seguir pelo transportador para Inglaterra.
Tudo a rir e alguém diz para o meu marido: "Agora corra senao perde o voo".
E assim foi... Na companhia de uma assistente da British Airways, correram ao nosso encontro e apanhamos o voo por uma unha negra....
UFFFFF!!!! Que mais nos poderá acontecer???
Á chegada a Londres, tinhamos um carro alugado na Avis, para fazermos mais umas 4 horas até casa.
Surprise.... Para termos o carro esperamos cerca de 2 horas... Nao tinha tax disc (o selo do carro aqui em Inglaterra)... Hello!! Isto é a Avis? É que parece a chafarica!!! Calminha, o tax disc está cá,mas nao sabemos onde. Espere aí enquanto a malta procura dentro de gavetas, por baixo de móveis e entre papeis no caixote do lixo.
Nao há saco!!!
Para a próxima que sair da minha vilória minúscula, terei que pensar 5 milhoes de vezes!!!
Sabe bem chegar a casa, mas a casa mesmo! Tipo "fechada em casa"!
Já precisava de férias.....