02/10/2009

Sabes...

As palavras que me disseste um dia, estao ainda muito presentes na minha memória. Palavras vis, que me causaram uma dor imensa, que, espero, nao passe nunca.
Nao quero NUNCA mais voltar a passar o que passei nessa altura.
Hoje temos uma relacao cordial, nao de amigas, nao de irmas, mas de conhecidas. O que ontem foi de muito amor, carinho, amizade, compreensao, camaradagem e solidariedade, hoje nao é nada... É um dia atrás do outro...
O "Amo-te muito", o "tenho muitas saudades tuas" e o "Fazes-me tanta falta", que hoje insistes em dizer, ferem-me tanto, que nao consigo suportar.
Tenho medo, muito medo de que um dia um "click" faca tudo voltar outra vez. Por isso nao tenho um pé atrás, tenho os dois (e mais pés tivesse...).
E nao penses que vivo feliz assim. Pelo contrário...
Sinto falta das brincadeiras, dos risos, da boa disposicao e amizade, mesmo em alturas de grande crise nas nossas vidas, do fugirmos para o colinho uma da outra para afastar os medos, do que me fizeste rir a bandeiras despregadas, do que me fizeste chorar porque nao te consegui proteger, das vezes que ofereceste porrada a quem me magoou, do tanto que passamos juntas.
Mas é assim a vida... Comer a calar!

Calma, muita calminha, descontracao e estúpidez natural

Nos últimos 2 dias, soube de 3 pessoas, em Portugal, que, simplesmente, cairam para o lado e morreram....
Todos homens e 2 deles eram novos e um tinha apenas mais 1 ano do que eu.
Um ia na rua e caiu no chao, outro ia no IC19 a conduzir e caiu para o lado e o terceiro estava a trabalhar e nem houve tempo para o socorrer.
Isto é uma epidemia mais grave do que a gripe A, é o Stress. Esse estado de espirito, maneira de viver ou doenca que mata mais do que a gripe comum.
Vive-se a um ritmo alucinante, tentando vencer a falta de dinheiro, a crise, o desemprego. Nao dá!
O nosso corpo nao aguenta e um dia... PUFFF!!!
Há que levar a vida mais devagar, olhar á nossa volta e apreciar o que de bom existe, dizer que amamos os que amamos, sem deixar para depois e gozar muito, nao hoje, mas agora!
Agora, várias grandes questoes se levantam: Com que tempo? Com que dinheiro? Com que espirito?
Isto é uma tristeza.... Trabalhamos que nem uns loucos para termos alguma qualidade de vida e, nem a conseguimos, nem sobrevivemos a essa luta.
A vida sao mesmo 2 dias, e depois...Morremos!

01/10/2009

Nova cara

Estava farta de lacinhos, cores tao escuras e backgounds tao cansativos.
Agora está mais levezinho e nao fere a vista.
Estou feliz... ;))

29/09/2009

Para combater o mau feitío cozinho...

E, hoje, o resultado foi o seguinte:


Pao de alho com Mozzarella, Brushetta, Lasanha e saladinha.


And for desert:

Bolinho que nao precisa de apresentacoes...
Bem... Estou que nem posso... Tanta caloria junta até pode fazer mal...

Eleicoes

Desde Domingo que toda a gente com quem falo, se queixa que o PS voltou a ganhar. Que Portugal nunca mais sai da merda.
HELLOOOOOO!! Mais de 40% de abstencao nao vos diz nada???? Talvez possa querer dizer que o Portugues nao quer saber... Nao se rala.... Ou tem coisas mais importantes para fazer em dia de elicoes.
Eu nao votei porque nao posso! Nao me deixam votar! Porque emigrei para fugir dessa crise, da falta de dinheiro, das contas para pagar sem fim, da falta de qualidade de vida, do pouco tempo para os filhos e do stress, da depressao e da tristeza.
Nao consigo perceber gente que nao vota porque acha que nao muda nada; que nao vota porque nao lhe apetece chatear-se ou desviar-se do seu caminho para a praia. Gente que nao se cansa de tanto mal passar em Portugal.
Nada vai mudar se nao fizermos a nossa parte, sabem?
Em Portugal há gente demais a gostar de se lamentar, queixar e estender a mao, sem fazer o minimo esforco por nada. Se tudo mudasse como se queixariam?
Isto deprime-me! 40% de abstencao é um escandalo!

26/09/2009

Em dia de refleccao

Eduardo Prado Coelho, antes de falecer (25/08/2007), deixou-nos esta reflexão, sobre nós todos.

"Precisa-se de matéria prima para construir um País

Eduardo Prado Coelho - in Público

A crença geral anterior era de que Santana Lopes não servia, bem como Cavaco, Durão e Guterres.Agora dizemos que Sócrates não serve.
E o que vier depois de Sócrates também não servirá para nada.
Por isso começo a suspeitar que o problema não está no trapalhão que foi Santana Lopes ou na farsa que é o Sócrates.
O problema está em nós. Nós como povo.
Nós como matéria prima de um país.
Porque pertenço a um país onde a ESPERTEZA é a moeda sempre valorizada, tanto ou mais do que o euro.
Um país onde ficar rico da noite para o dia é uma virtude mais apreciada do que formar uma famíliabaseada em valores e respeito aos demais.
Pertenço a um país onde, lamentavelmente, os jornais jamais poderão ser vendidos como em outros países, isto é, pondo umas caixas nos passeios onde se paga por um só jornal E SE TIRA UM SÓ JORNAL, DEIXANDO-SE OS DEMAIS ONDE ESTÃO.
Pertenço ao país onde as EMPRESAS PRIVADAS são fornecedoras particulares dos seus empregados pouco honestos, que levam para casa, como se fosse correcto, folhas de papel, lápis, canetas, clips e tudo o que possa ser útil para os trabalhos de escola dos filhos... e para eles mesmos.
Pertenço a um país onde as pessoas se sentem espertas porque conseguiram comprar um descodificador falso da TV Cabo, onde se frauda a declaração de IRS para não pagar ou pagar menos impostos.

Pertenço a um país:
-Onde a falta de pontualidade é um hábito;
-Onde os directores das empresas não valorizam o capital humano.
-Onde há pouco interesse pela ecologia, onde as pessoas atiram lixo nas ruas e, depois, reclamam do governo por não limpar os esgotos.
-Onde pessoas se queixam que a luz e a água são serviços caros.
-Onde não existe a cultura pela leitura (onde os nossos jovens dizem que é 'muito chato ter que ler') e não há consciência nem memória política, histórica nem económica.
-Onde os nossos políticos trabalham dois dias por semana para aprovar projectos e leis que só servem para caçar os pobres, arreliar a classe média e beneficiar alguns.
- Onde as cartas de condução e as declarações médicas podem ser 'compradas', sem se fazer qualquer exame.
-Um país onde uma pessoa de idade avançada, ou uma mulher com uma criança nos braços, ou um inválido, fica em pé no autocarro, enquanto a pessoa que está sentada finge que dorme para não lhe dar o lugar.
-Um país no qual a prioridade de passagem é para o carro e não para o peão.
-Um país onde fazemos muitas coisas erradas, mas estamos sempre a criticar os nossos governantes.

Quanto mais analiso os defeitos de Santana Lopes e de Sócrates, melhor me sinto como pessoa, apesar de que ainda ontem corrompi um guarda de trânsito para não ser multado.
Quanto mais digo o quanto o Cavaco é culpado, melhor sou eu como português, apesar de que ainda hoje pela manhã explorei um cliente que confiava em mim, o que me ajudou a pagar algumas dívidas.
Não. Não. Não. Já basta.
Como 'matéria prima' de um país, temos muitas coisas boas,mas falta muito para sermos os homens e as mulheres que o nosso país precisa.
Esses defeitos, essa 'CHICO-ESPERTERTICE PORTUGUESA' congénita,essa desonestidade em equena escala, que depois cresce e evoluia té se converter em casos escandalosos na política, essa falta de qualidade humana, mais do que Santana, Guterres, Cavaco ou Sócrates, é que é real e honestamente má, porque todos eles são portugueses como nós, ELEITOS POR NÓS. Nascidos aqui, não noutra parte...
Fico triste.
Porque, ainda que Sócrates se fosse embora hoje, o próximo que o suceder terá que continuar a trabalhar com a mesma matéria prima defeituosa que, como povo, somos nós mesmos. E não poderá fazer nada...
Não tenho nenhuma garantia de que alguém possa fazer melhor, mas enquanto alguém não sinalizar um caminho destinado a erradicar primeiro os vícios que temos como povo, ninguém servirá. Nem serviu Santana, nem serviu Guterres, não serviu Cavaco, nem serve Sócrates e nem servirá o que vier.
Qual é a alternativa ?
Precisamos de mais um ditador, para que nos faça cumprir a lei com a força e por meio do terror ?
Aqui faz falta outra coisa. E enquanto essa 'outra coisa' não comece a surgir de baixo para cima, ou de cima para baixo, ou do centro para os lados, ou como queiram, seguiremos igualmente condenados, igualmente estancados... igualmente abusados !
É muito bom ser português. Mas quando essa portugalidade autóctone começa a ser um empecilho às nossas possibilidades de desenvolvimento como Nação, então tudo muda...
Não esperemos acender uma vela a todos os santos, a ver se nos mandam um messias.
Nós temos que mudar. Um novo governante com os mesmos portugueses nada poderá fazer.
Está muito claro... Somos nós que temos que mudar.
Sim, creio que isto encaixa muito bem em tudo o que anda a acontecer-nos:
Desculpamos a mediocridade de programas de televisão nefastos e, francamente, somos tolerantes com o fracasso.
É a indústria da desculpa e da estupidez.
Agora, depois desta mensagem, francamente, decidi procurar o responsável, não para o castigar, mas para lhe exigir (sim, exigir) que melhore o seu comportamento e que não se faça de mouco,de desentendido.
Sim, decidi procurar o responsável e ESTOU SEGURO DE QUE O ENCONTRAREI QUANDO ME OLHAR NO ESPELHO. AÍ ESTÁ. NÃO PRECISO PROCURÁ-LO NOUTRO LADO.
E você, o que pensa ?... MEDITE !

EDUARDO PRADO COELHO

23/09/2009

Nao estou nada habituada a gente honesta

O maridinho e o filho mais velho forma ao Ikea em Leeds, no Sábado, buscar uma cama para o puto.
Carregaram o carro com quase tudo, mas esqueceram-se de uma das caixas ao lado do carro, no chao do parque de estacionamento.
Chegam a casa e toca de montar a cama. UPSSSSS!!! Falta a base da cama....
Lá fomos nós de volta ao Ikea para comprar mais uma base para a cama, mas á chegada resolvemos ver se a caixa ainda lá estava. Nao, mas no servico ao cliente dizem-nos que alguém lhes entregou uma caixa com uma base de cama que estava esquecida no Parque de estacionamento.
LINDO!! Já nao comprámos a base, pois viemos todos contentes para casa com a que ficou esquecida.
Ve-se mesmo que nao foi lá na Tugaland... Nao interessava o que era, leva-se para casa, pois se nao servir para mais nada, poe-se na lareira. Deve dar um lume porreiro...

22/09/2009

MST no seu melhor

Hoje, por acaso cruzei-me com esta alarvidade: Let's face it, by Miguel e Sousa Tavares, in Jornal Expresso de 17/08/2009.
Só me apetece fazer algumas consideracoes:
  1. Estou no Facebook, gosto e nao é por isso que me sinto mais ou menos acompanhada;
  2. Tenho 66 "amigos", dos quais, apenas uns 4 ou 5 nao sao amigos de verdade. Adicionei-os apenas por necessidade de forca maior (Mafia Wars...);
  3. O Facebook permitiu-me recuperar contactos perdidos há anos. Alguns há mais de 15 anos.
  4. Adoro jogar Mafia Wars;
  5. Adoro a minha quintinha do Farmville;
  6. Adoro o meu aquario do Fish World;
  7. Nao, nao gosto de revistas cor-de-rosa nem de "carneiradas" ("Mas como não cabem todos nas revistas ou nos programas televisivos, e como todos queriam beber da mesma água, os sobrantes encontraram no Facebook o instrumento exactamente adequado a esta ânsia de protagonismo, a esta irresistível compulsão de partilha que a todos reanima, com um sopro de vida como há muito não varria o mundo.).

Sendo assim, só tenho um recadito para este Sr: Trate-se!

Se já o achava odioso, pedante, parvo e mal-educado, agora entao.... Ai se te apanho no Facebook.....

21/09/2009

Nao posso...

Vivo momentos de muita incerteza, muitas dúvidas, muito querer e nao poder. Quando o nosso cantinho de desabafo é visitado por pessoas que sabem quem somos, como somos e se preocupam connosco, nao posso invadi-lo com todos estes meus fantasmas.
Tudo comecou como forma de exorcisar os receios, de dar noticias a quem está longe e de muitas vezes manifestar o meu agradecimento, o meu agrado ou desagrado e agora tudo evoluiu, tudo se tornou mais definitivo na minha vida e sinto-me tao só....
Por isso ando afastada daqui. Tento dar a volta por cima e, acima de tudo, tento acreditar que tudo o que fiz e faco é a pensar no melhor para nós.
Sou uma pessoa bem disposta, tipo bobo da corte. Nao sou dada a fossas, mas quando nao as consigo evitar, sao de caixao á cova. Mas eu sou do tipo que bato lá em baixo e passados dias já passou... Já nao é nada comigo.
O que queria???? Que o que deixei em Portugal se resolvesse, que acabassem todos os problemas na Tugaland para que podessemos viver em paz; que a minha familia nao fosse tao disfuncional para que eu pudesse chamar "minha familia de sangue" a algo mais do que nós os 4; que as pessoas deixassem de olhar só para o seu umbigo, que deixassem de ser tao egoístas, que fossem mais humildes.
Eu sou o que sou, está tudo á vista. Nem mais, nem menos! Mas tenho pena que duvidem muitas vezes do meu caracter, da minha amizade, do meu amor e da minha consideracao.
Quem quer, quer, quem nao quer, que ponha na borda do prato! E deixem-me em paz!!

14/09/2009

I fell again.... Down the damm stairs!!


Porque sou uma mal jeitosa, uma tropeca-em-tudo, uma gaja que anda sempre a mil, desde que se levanta, até que se deita, que está sempre a tropecar e a cair, hoje nao foi excepcao!!
Lá ia eu de manha a 200 á hora, para que o puto nao chegasse tarde á escola e.... Catrapum!!!! La fui eu escadas abaixo!!!
Meias de vidro em alcativa, sao eficientes no que diz respeito a quedas.... E assim foi!!
Estou que nem posso... Uma dor na "nalga" esquerda e a minha coluna (que já estava a precisar de reforma) agora está boa para a sucata!!
Raios partam a gaja que é doida! E despassarada! E "tem cara de quem cai" (como dizia uma colega minha)!
Por isso, hoje o puto mais novo esteve sempre de fralda, para eu nao ter que correr escada acima para ir á casa de banho com ela e o jantar sao Hamburgers... Essa iguaria...
Amanha é que vao ser elas.... BUÁÁÁÁÁ

10/09/2009

O que comeca torto jamais se endireita

E assim acabaram as minhas férias (quais férias???)...
Para terminar com chave de ouro, mais uma peripécia de tirar anos de vida.
No Aeroporto da Portela, check-in feito e já na fila do McDonald's para dar almoco aos putos (que nao comem a magnifica comida dos avioes), e ouco chamar o nome do marido nos altifalantes, para que se dirigisse ao balcao de check-in.
Larga tudo, sai da fila e lá vai o homem a pensar que se tinha esquecido de alguma coisa no balcao. Passa policia (ao contrário) e corre e corre.
Qual nao é o espanto quando de facto o stress era porque havia algo numa das malas que deveria ser averiguado. Teria que ser ele a abrir a mala na presenca da policia.
Mas que lindo!!
Última chamada para o voo e ele continuava á espera da PSP e a tentar adivinhar o que seria que estaria a causar tamanho stress.
Ao fim de mais uns minutos chega a policia, mao no coldre e pedem para ele abrir a mala.... Tira coisas, tira coisas... e.... Voilá!!!!! Uma pistolinha de brincar que o meu Guigo resolveu colocar dentro da mala, pois estava a ajudar a fazer as malas....
Pistola de um fato de carnaval do meu Duda, do Jack Sparrow, do filme Piratas das Caraíbas, que estava dentro de um caixote para seguir pelo transportador para Inglaterra.
Tudo a rir e alguém diz para o meu marido: "Agora corra senao perde o voo".
E assim foi... Na companhia de uma assistente da British Airways, correram ao nosso encontro e apanhamos o voo por uma unha negra....
UFFFFF!!!! Que mais nos poderá acontecer???
Á chegada a Londres, tinhamos um carro alugado na Avis, para fazermos mais umas 4 horas até casa.
Surprise.... Para termos o carro esperamos cerca de 2 horas... Nao tinha tax disc (o selo do carro aqui em Inglaterra)... Hello!! Isto é a Avis? É que parece a chafarica!!! Calminha, o tax disc está cá,mas nao sabemos onde. Espere aí enquanto a malta procura dentro de gavetas, por baixo de móveis e entre papeis no caixote do lixo.
Nao há saco!!!
Para a próxima que sair da minha vilória minúscula, terei que pensar 5 milhoes de vezes!!!
Sabe bem chegar a casa, mas a casa mesmo! Tipo "fechada em casa"!
Já precisava de férias.....

24/08/2009

ADOREI!!!


Já muito se tem dito acerca das pessoas que conhecemos através deste mundo fantástico que é a blogosfera, mas até o sentir na pele, houve sempre uma certa dúvida.
No meu caso, quero aqui deixar publico, fiquei muito feliz por ter conhecido finalmente a minha querida Kitty. Tanto que até coloquei esta gata horrorosa no meu estaminé!
O que uma pessoa faz....
Olha, gostei!! Gostei da limonada, do ambiente, do cheiro a mar e principalmente da galhofa!!

Finalmente mais um dia de praia... Pr'áí o quinto...

É assim: Amanha vou á praia pela manha, coisa que nao faco há mais de uns 15 dias, por isso facam favor de nao deixar o S. Pedro estragar-me os planos!! É que como isto anda em termos de sorte....
Ele é farnel para 15 dias, ele é protector solar e 2 chapeus de sol, nao vá o diabo tece-las!
Nao compreendo porque é que quando era adolescente inconsciente e ia para a praia das 8 ás 8, nao me custava tanto a a fazer o maldito farnel?? E fazia 500 sandes, com tudo a que tinha direito!! Hoje fiz meia dúzia daquelas só com queijo ou só com fiambre (para nao dar trabalho, pois aquilo com areia sabe tudo ao mesmo), e fiquei á beira de um ataque de nervos!!
Mas que trabalheira dá ir para a praia com 3 putos!!
Nao compensa!! Nao compensa deitar-me á 1 da manha porque tive que fazer farnel e levantar-me mais cedo do que as galinhas para fazer praia ás horas dos velhos e das criancinhas!!
BUÁÁÁÁÁÁ

22/08/2009

Devo ter pisado merda!!!


Ora vamos lá ver:
Cheguei e a minha sogra é operada á vista, no dia seguinte o meu filho vai de ambulancia para o Hospital da Estefania com suspeita de Gripe A, que se vem a confirmar negativa. Sao agora 10 dias em casa com febres a atingirem os 40 graus e a nao baixarem dos 38 com a medicacao.
Depois temos o outro filho doente mais 1 semana.
Depois temos o pai do meu filho mais velho que fica impedido de ver o filho por tempo indeterminado (este dava assunto e mais assunto, mas nao interessa para aqui agora);
Depois temos que o meu querido 1020 nos resolve deixar sem avisar e arrasta-nos para uma tristeza....
E hoje a minha sogra cai, quase parte um braco e passo boa parte da noite no Hospital Amadora-Sintra, para que o médico de banco a mande imobilizar o braco EM CASA!!!
Já me podia ir embora para ver se a onde de maus olhados passa....
FOSGA-SE!!! Nunca mais cá ponho os pés!!

21/08/2009

Que fique aqui escrito


Que eu nao quero ir num caixao;
Que quero que me cremem e me deitem aos peixinhos, ou num campo verde;
Facam algo de útil com o meu monte de ossos(tipo nao ocuparem espaco que pode ser necessário);
Nao facam, os que gostam de mim, passar pela cena de terem que ouvir a terra a bater no caixao.
Nao me quero ver numa casa mortuária, para todos sofrerem de me verem ali esticada.
Tudo isto é demais deprimente...
NAO QUERO!!
E tenho dito!!

20/08/2009

.

"Nao gosto de funerais, mas há um a que eu faco questao de nao faltar.... O meu!"
E assim será...

Meu querido 1020

Vou ter saudades das tuas anedotas que ouvi vezes sem conta, do cavalinho nos teus joelhos, de ver os meu filhotes a vibrarem com o truque dos óculos, da tua boa disposicao ás vezes inconveniente, das histórias da guerra, dos Acores, de África, de gritar o mais alto que podia para me fazer ouvir, pois o aparelho que te deram fazia-te confusao á cabeca (era muito barulho...). Vou ter saudades de ti.
Vou sentir a falta da única pessoa que me ligava á minha Bisa, mas reconheco que agora estás bem melhor... Descansa 1020, meu Avo, toma conta da nossa Bisinha, que deve estar já pronta para te pregar um daqueles raspanetes que ela tao bem fazia...
Agora, juntinhos de novo, aproveitem o que nao souberam aproveitar nesta vida (se é que uma outra existe).
Hoje nao digo "boa noite" a 2 estrelas, digo a 3. Perdi mais um pilar...
Descansa em paz, nao mais ouviras o nosso "General" a comandar-te a vida.
Gosto de ti e lembrar-me-ei sempre das tuas anedotas e da tua alegria contagiante.

17/08/2009

As minhas ambigadas e o meu platano dao-me apeneia

Isto é assunto de extrema gravidade e fiquei cheia de pena deste senhor(a) anónimo(a).
Uma pessoa pode até morrer.... Coitadito...

Andava eu á procura de dados acerca de uma cirurgia revolucionária para a Apneia do Sono praticada desde 2006 no Hospital de Sao Joao no Porto e encontrei isto nos comentários á noticia no site do Jornal Público.

13/08/2009

Quem vier atrás que fecha a porta

Ontem estava um calor de torrar ananazes, por isso, corri em direccao á praia.... ás 6 da tarde...


Mas que final de dia magnifico.... Saimos porque o sol se tinha ido embora. Bom mesmo!!



O que mais me aborreceu e me deixou em brasa, foi a falta de civismo do tugazinho que vai á praia no mes de Agosto a qualquer custo. Nao posso, nao percebo, nem aceito!!



A praia de S. Pedro do Estoril sofreu obras, inclusivé no parque de estacionamento. Foram até criados alguns lugares para viaturas de deficientes e para veículos prioritários.

Mas tudo me leva a crer que os mesmos apenas foram criados para que as pessoas mais civicas os deixem para os labregos que nao sabem ler nem escrever (nem sequer ver... AH!! Pois nao... Sem ver nao podiam conduzir...) e estao-se positivamente a cagar para o próximo. E a prova está aqui:





Esta foto fui eu que tirei, nao teve qualquer tratamento, a nao ser a ocultacao das matriculas (que fiz a muito custo, pois a minha vontade foi escarrapacha-las para todo o mundo ver!!). O carrito da direita está estacionado num lugar que diz "Viaturas prioritárias" e o da esquerda num que tem o sinal de deficientes (talvez mental, nao??? A deficiencia mental leva a estas coisas e piores....).

Imaginemos nós uma situacao hipotética de uma pessoa qque se sente mal na praia, de um afogamento, ou até de um acidente na praia. A ambulancia pára onde, senhores labregos???

Tenho tanta pena de nao ter apanhado um deles pela frente enquanto lhes fotografava as voitures...

Ai, Maria Tasha, se te vais a eles ficas toda negra!!!

12/08/2009

Um passo em frente e dois atrás


Este país só me faz rir... De facto estamos muito á frente do Reino Unido, no que diz respeito á interligacao e informatizacao dos servicos, mas esta do cartao do cidadao é demais...
Eu sempre disse que apelido no meu nome é do (meu) pai, sempre achei que nao iria gastar uma pipa de massa em mudancas de documentos e tenho muito pouca imaginacao para, com esta idade, ainda ir inventar uma assinatura que contenha o apelido do marido.
Mas tudo isto me saiu gorado, pois estavamos fartos de ter o marido a ser chamado de Mr Tasha, ou o meu apelido a ser alterado em correspondencia, pois se sou casada teria que ter o mesmo apelido do marido.
Assim, se nao podes vence-los, junta-te a eles, e lá fui eu dar corda aos sapatos e por €2,99 alterei o apelido aqui em Portugal, na Conservatória onte casei.
FANTÁSTICO!! Agora vou ter que alterar o BI, pensei eu.... Nada disso, porque agora nao há BI, há Cartao do Cidadao (CC), tipo all-in-one, e supé sofisticado.
Explica-me a senhora da Conservatória que posso faze-lo em qualquer Conservatória ou Loja do Cidadao, mas que no Areeiro, no arquivo de Identificacao já nao fazem. O problema é que na Conservatória de Cascais, a fila ás 9 da manha tem cerca de 200 pessoas e nas Lojas do Cidadao em Lisboa chega a ter mais de 1000. O prazo para entrega do dito, varia de 3 dias a 3 meses, nao dao garantias, mas enviam para casa, em Portugal.
Posso também tratar disso em Inglaterra, mas só em Londres, pois é o único consulado por lá que pode fazer o CC. Teria que marcar dia para ir tratar disso e deslocar-me cerca de 340 Kms para Sul,primeiro para tratar do dito cujo e depois para o ir levantar....
Isto é fantástico, nao????
Sempre a facilitar a vidinha ao pessoal!! Muito fixe, ó parvalhoes da merda!!!

11/08/2009

O Síndroma do "coitadinho"


Irritam-me, de uma maneira irreal, as pessoas que se passam por coitadinhas só para terem as atencoes todas.
O Síndroma do "coitadinho" que alimentam com muito cuidado, sem perceberem que já toda a gente os topou e que nem lhe ligam.
Isto gera depois uma "pescadinha de rabo na boca", pois se nao querem saber, entao há que fazer mais de coitadinho para que possam fazer-se notar.
Ora passo eu a minha vidinha toda a fugir das doencas, a ir ao médico de cada vez que me aparece um cabelo branco ou uma verruga, nao posso, nao aguento, dá-me náuseas, pensar que há maltinha por aí que dava tudo por um "cancarozinho" á maneira. Sim, sim, assim mesmo!! Uma doenca grave mas que dure muito tempo e, de preferencia, que doa poucoxinho, mas que leve a muitas idas ao médico e exames, e internamentos looooongooooos (daqueles que a malta sai do hospital cheiiinho de adesivos gigantes para que toda a gente veja).
Sei de malta que se encheu de ligaduras só para mostrar á gente da familia o quao coitadinha era por ter ido fazer um exame "complicadissimo" ao hospital público, mas que teve a sorte de conhecer a médica (pois tinham andado no mesmo liceu em tempos idos), e até teve boleia para o hospital e do hospital para casa numa sexta-feira santa!! É realmente fantástico!!
Internamentos á Sexta feira ao final do dia sao mato!!
Mas o que eu gostava mesmo era que me explicassem o que ganham com isto??
Faz-me lembrar a história do Pedro e do lobo.... HELLLOOOOO!!! Já ninguém quer saber!!! Por isso faca o favor de se deixar de merdas, que o pessoal tem mais em que pensar. OK??

10/08/2009

Tu

Tu que me enches e preenches a vida; que me fazes rir e chorar; chorar de tanto rir; que me ensinas todos os dias mais sobre as relacoes humanas e muito sobre o amar alguém; que me fazes (ainda e sempre) sentir a levitar; que me fazes esquecer as obrigacoes e o bicho papao que é esta vida; que me les os pensamentos e me falas ao coracao como só tu sabes; que embirras comigo; que me irritas e me tiras do sério; que me chagas a paciencia; mas que me dás tanto de ti, tanto carinho e amor; tu que hoje és meu marido, mas que foste e serás sempre meu amante, minha paixao, meu porto de abrigo... Fazes-me tanta falta...
Habituei-me a ter-te sempre ao alcance de um braco, de uma mao ou mesmo de um dedo. Lembro-me com tanta dor dos 6 meses que passámos longe,mas com muito orgulho do ano que passou, em que nos partilhámos aos 4 sempre. Sózinhos mas tao juntinhos uns dos outros.
Habituei-me a ter-te sempre, a sentir o outro lado da cama quente e agora... Faltam ainda 3 semanas para te voltar a ter.
Estou a contar meu amor....
Miss you so much...

A minha relacao com Deus

É pacifica. Ele nao me incomoda e eu também nao o incomodo. Respeito demasiado quem o segue, mas peco também que me respeitem na minha falta de fé em Deus.

Por vontade do pai e dos avós, baptizámos o nosso reguila no final de Julho. Mas eu sempre achei que era das atitudes mais hipócritas que estavamos a ter. Nao seguimos a fé crista nem educamos os nossos filhos para que acreditem nesse Deus (ou em qualquer outro). Por isso parece-me errado te-lo feito.
Acredito em padrinhos e na sua utilidade. É um estatuto de extrema importancia, a meu ver. Mas só isso. Quero muito poder escolher alguém para me substituir nesta tarefa de ser mae, no caso de me acontecer algo que me impeca de o ser. Foi para mim muito importante poder celebrar essa escolha. Mais nenhuma!
O meu pirralho tem 1 madrinha, 1 padrinho e 1 padrinha. Sendo que só 2 assinaram na igreja, mas que para mim pouco interessa.
Durante toda a cerimónia me senti criminosa, senti que estava deslocada e a invadir um espaco que nao me pertence. Nao consigo conceber que se queira iniciar os filhos, em tao tenra idade, num modo de vida para o qual nao os consultámos. Acredito que se deve escolher quando tivermos idade para isso. Sempre o defendi e continuarei a defender. Mas nao sou mae sózinha... Há pai e ele tem voto na matéria e por isso respeito. Mas nao aceito esta cerimónia, sem a intencao de lhe dar continuidade. O querer, sem seguir as regras... Sou assim...
É como ser noiva e casar pela igreja só porque a cerimónia é gira... Nunca foram á igreja, vao continuar a nao ir, mas o casamento é pela igreja. Nao tenho pachorra!!
Em tudo isto valeu o meu filhote, no seu melhor:
- De cada vez que o Sr Padre mencionava o seu nome Rodrigo, ele contrapunha irritado e em voz bem alta : "GUIGO!!";
- De cada vez que o Sr Padre falava em Fé, o catraio gritava "GUIGO QUER CAFÉ!!";
- Queria que lhe deitassem a água na cabeca desde que comecou a cerimónia;
- Achava que a vela do baptismo era uma vela de aniversáro e questionava porque nao a acendiam para o "Guigo" apagar.
Tudo isto durante a cerimónia....
Enfim... Sobrevivi, mas com mais uma falha no meu curricullum de pessoínha.
O meu Guigo nao ficou nem mais rico, nem mais pobre espititualmente. Vamos ver como lhe corre a vida, tenho fé apenas nele e na educacao que lhe vamos dar.
Quero um homem com carácter, bom coracao e feliz com a vida. Penso que nao há Deus algum que lhe possa dar isso, mas pode ser que me engane. A ver vamos.
Fiz questao de ser eu a preparar a festinha do pós Baptismo, porque queria muito dar uma festa ao meu filhote. Quis fazer um bolo para ele e outro para os tios que faziam anos de casados (40 anos... Que herois!!).
Aqui estao eles:


Este é o do aniversário de casamento
Este o do Baptizado
A sangria era do melhor que já se fez e comemos que nem uns alarves...
Tenho aminha fé, uma fé enorme em mim enas minhas escolhas para a vida...
Á nossa!!

A melhor forma de envelhecer uma mae


Apesar de já ter a minha dose de emocoes desde que cheguei a Portugal, o meu filho mais novo, acha que eu ainda preciso de emocoes fortes e de estimulo (além de ter que perder uns Kilitos...). O facto é que desde meados de Julho, o maldito do catraio já me desapareceu 2 vezes + 1 ao avo. O gajo é louco e acha piada ver as pessoas desesperadas a correr atrás dele ou a gritar como se nao houvesse amanha "ROOOODRRRIIIGOOOOO".

A primeira foi no CC Alegro, no piso da restauracao, em plena hora de almoco, com gente e mais gente (tipo metro em hora de ponta). Sentadito na cadeira a comer, a mae vira-se por segundos para ajeitar a cadeira do carrinho onde ele se vai sentar e..... UPSSSS... Onde está o catraio???

Olho em redor e vejo gente crescida e mais gente crescida por todo o lado. FÓNIX!! Entrei em panico,nao conseguia falar e fiquei com a sensacao de que jamais o encontraria naquela confusao. O pensamente naqueles LONGOS minutos foi "que vou dizer ao pai que chega amanha de Inglaterra??". A nossa cabeca é um poco de surpresas... Valeu-me um senhor, que nada fez para evitar que o miúdo se afastasse, mas que o viu passar por ele e nos disse a direccao que ele tinha tomado. Resultado: O puto estava já na porta de saida. Mais uns segundos e tinhamos o catraio na rua, no meio dos carros... UFFF!

O segundo drama foi no parque com o avo. O puto estava nos baloicos, pediu para sair e, enquanto o avo desviuou oolhar por 2 segundos, ele simplesmente desapareceu. Passados uns minutos de panico, foi encontra-lo a jogar ás cartas com uns velhotes.

O terceiro, foi hoje, na Doca de Santo em Lisboa. Fugiu de mim, mas como o tinha no meu raio de visao nao liguei, até ele desaparecer. Desatei a correr, ele dobrou a esquina e quando pensei que o tinha alcancado.... PUFFFF! Nada de miúdo!! Escondeu-se e deu a volta por entre uns arbustos e foi ter ao ponto de partida. Eu ia morrendo...

Estive mesmo para trazer a trela dele que tenho em Inglaterra, mas achei qque ia tudo ficar a olhar de lado para mim. Se arrependimento matasse!! "Better safe than sorry"!

Nunca facam como eu, que durante anos critiquei as maes que perdem os filhos. Acreditem que nao depende de nós... Depende deles... Sao só precisos 2 segundos...

Ora fazendo as contas rapidamente (e tendo em conta as 2 vezes que ele desapareceu em Inglaterra também), tenho menos uns 10 a 15 anos de vida....

PUTOS!!

09/08/2009

Mas que bem que se está....

Que maravilha é este Portugal... De férias, claro!!
Finalmente deixei a minha fase "lula" (e há lulas mais bronzeadas do que eu estava), e tenho uma cor decente.
A minha cara-metade (que palavra foleira...) foi de volta ás terras "quentes" de sua Magestade, para regressar no dia 30 a Portugal.
Depois de doencas e stresses passados, estou finalmente a gozar as minhas férias e deparei-me com tanto deste Portugal de que já me tinha esquecido...
Obras e mais obras, tudo esburacado por todo o lado, que dei comigo a pensar alto "será que é tempo de eleicoes??". E nao é que acertei!!!! Nada muda....
Obras que subitamente saiem da gaveta onde estavam há tempos infinitos a ganhar mofo, infraestruturas xpto para tudo e mais alguma coisa, muitos cartazes com a giraca da Manelinha Ferreira Leite, e outros que nunca vi nem pintados, e que juro nao existiam há 1 ano...
Depois temos os "patos-bravos" do volante, os do "á-minha-frente-nao-passas-mesmo-que-nao vás-pelo-mesmo-caminho-que-eu", os "xicos-espertos" e os meus amigos das financas... Que bom que é vir a Portugal pagar o IRS... Que saudades....
Tinha também muitas saudades de ir ao Hipermercado Continente comprar meia dúzia de coisas e gastar 60 Euros... Fónix!! Vao roubar para o raio que vos parta!! 14 Euros por 40 fraldas Dodot?? 7 Euros por 3 pacotes de toalhitas da Johnson?? O que é preciso é nao ter vergonha de pedir... E em Portugal pede-se muito por muito pouco!
Mas sabe-me bem sair á rua e comecar de imediato a sentir a fotossintese pelo meu corpo. Faz-me falta o sol, se bem que desenvolvi uma alergia a esse bem tao precioso, que ignoro completamente e finjo que nem reparo no efeito dele na minha pele. AMO o SOL!!
Informo que já comi quase todas as cerejas que havia em Portugal e arredores, figos, ameixas, caracois, vinho do bom, ameijoas, sapateira, paozinho alentejano, café expresso sentadita na esplanada, joaquinzinhos fritos com arrozinho de grelos (obrigada patroa!), feijoada de búzios e tudo o resto de que nao me lembro, mas que estava na minha extensa lista de "to do". Olhem, já cá cantam mais 3 kilitos que já nao faziam muita falta, agora entao....
Ainda falta muito "beija mao", muita praia, muita piscina, muita patuscada e muito convivio. Quero muitas caipiroskas á beira mar/rio!!

02/08/2009

O nosso primeiro ano longe

No passado dia 28 de Julho fez 1 ano que nos juntamos todos no Reino Unido.O desembarque em Liverpool, o stress de mudar de casa e de país, a incerteza, a dúvida relativamente á adaptacao dos pequenos. Tudo estava no seu auge.
Hoje nao me arrependo, nada mesmo. Foi um passo dificil, a situacao em Portugal tornava-se dificil e eu estaria a perder o meu emprego em breve, pois a empresa estava a fechar aos poucos. Com 37 anos nao iria arranjar emprego tao depressa e um só ordenado em Portugal nao era suficiente para nos manter.
Trabalhavamos 12 horas por dia e era-nos exigido que deixassemos a familia em segundo plano. A profissao acima de tudo!!
Deixei tudo isso para trás e tornei-me uma verdadeira dona de casa. Experneei muito, senti-me muito infeliz por ter deixado a MINHA vida, como lhe chamava, mas depressa me aprecebi das compensacoes. Os meus filhos sao 2 criancas muito felizes por terem a mae por perto. E eu sou feliz por isso.
Foi 1 ano muito dificil, muia solidao, muita guerra interior, mas muito compensador.
Apercebi-me que sou muito mais feliz agora, quando regressei a Portugal para férias e encontrei um país cheio de sol e calor, mas desfeito. Sem rei nem roque e onde as pessoas sao basicamente infelizes e vivem uma vida de esforco sempre á espera de um amanha melhor.
Quero matar as saudades dos caracois, das petiscadas á beira mar, do calor, do sol, da praia, do nao ter que vestir 1 casaco para ir á rua, do cheiro a maresia, mas depois quero regressar a casa. Á minha casinha nova, que me espera para mais 3 meses de frio e chuva, mas de que nao me canso.
Portugal, desta vez, pareceu-me muito sujo, muito cinzento. Falta-lhe verde, faltam-lhe os parques cheios de relva verdejante, os espacos para as criancas poderem correr sem as perdermos de vista.
Dei comigo a passear de carro pela margem sul e a pensar para os meus botoes "mas que feio isto é!". Tudo sujo, desorganizado, abandonado. As matas chamam o fogo, estao cheias de lixo e nao convidam a passeios a pé. Ninguém se rala se nao há caixotes do lixo por perto, pois a regra é mesmo deitar para o chao!
Temos tanto para nos tornar num país bonito, mas a natureza está abandonada.
Os centros comerciais nao param de aumentar, sao condominios brutais, predios, casas, construcao em massa, muita da qual embargada, mas e a natureza??
Os cartazes da eleicoes europeias ainda povoam as nossas ruas, ninguém os tira. Juntando-se agora aos das autarquicas. Senhores, isto só dá ar de desleixo!
Isto tudo me entristece. Mas entao porque sao tantas as saudades desta terra deitada ao abandono por todos?
Como diz a minha tia, é condicao de ser portugues. Temos sempre saudades da terra que nos viu crescer.
Hoje percebo a que cheira Portugal. Aquele cheiro caracteristico que sentimos quando saimos do aviao. Nao se explica, é só cheiro a Portugal...

De regresso, acho eu....


Após tantos e tantos dias de ausencia, o regresso aestas lides foi inevitável. Nao posso, nao suporto estar longe da blogosfera por tanto tempo.
De facto, tenho que repensar esta coisa a que chamam "férias", pois parece que de há um ano para cá, as férias por terras lusas tornam-se num poco de preocupacoes e problemas. E eu que queria sol e praia...
Depois da cena tipo CSI Lisboa ter definitivamente passado, consegui gozar uns fantásticos 4 dias de praia e piscina (desde que cheguei do RU no dia 14 de Julho), sim 4 dias... E agora estamos de "molho" outra vez.... O mais novo tem febre desde ontem...
Ó senhores que mandam nestas coisas, eu portei-me mal?? Quando e onde? Podem dizer-me???
É que nao dá!! Um dia fantástico lá fora e a malta fechada em casa a olhar para o puto e para o termómetro. C'um caneco!! Até quando??
Em Dezembro foram 15 dias com o mais novo doente, e agora os 2. EU NAO MERECO!!! BUÁÁÁÁ!!!
Agora só ligo para a linha Saúde 24 quando passarem 5 dias de febre. Nao preciso de gajos vestidos a rigor e do INEM para me escoltarem ao hospital again....
Do mal o menos, pode ser que possa vir por aqui mais vezes.
Tive tantas saudades disto...

19/07/2009

"A" de ANORMAL


Muito poucas coisas na minha vida correm normalmente e estas férias nao sao excepcao!
O raio da mulher (eu), ou nao consegue ter descanso, ou tem tanto descanso e falta de agitacao que até irrita.
A minha viagem para Portugal foi de por os cabelos em pé!! O meu filho mais novo é daqueles que toda a vida dizemos: "se fosse comigo levava uns acoites valentes!". Pois nao é bem assim... Ele é electrico, mete-se com toda a gente e nao dá descanso por 2 segundos. Nao pára!
Foram 5 horas de carro, 2 de aeroporto e 2 e meia de aviao, para eu chegar a Lisboa com vontade de pedir que me levassem ao tabuleiro da Ponte Vasco da Gama para eu me atirar!!
No dia seguinte á noite, tinha o mais velho a queixar-se de dores de cabeca lancinantes e de dores de barriga, no outro dia era febre acima dos 39 graus...
Eu sou linda e nao corro para hospitais, ligo a linha "Saúde 24" e espero conselhos. Pois é... Experimentem lá dizer que o puto tem febre, dores de garganta, barriga, cabeca e que veio de Inglaterra????
Quando demos por nós estavamos no meio de um filme tipo CSI... INEM, que nos veio buscar a casa, vestidinhos da cabeca aos pés com fatiotas tipo "Montros & Cia", direitinhos de ambulancia "tinóni" para o Hospital da estefania, onde nos esperava um cenário de morrer a rir, se a situacao nao fosse, para mim muito stressante...
Urgencias vedadas, com sinalética a dizer "Perigo Suspeita de Gripe A", por todo o caminho que tinhamos de percorrer. Todos os segurancas vestidos a rigor para nos receberem (e que lindos estavam...), e fomos fechados numa sala onde se comunicava com o exterior por intercomunicadores. O meu filho estava com tanta febre que, felizmente, nao se apercebeu de metade desta cena.
O pediatra e a enfermeira quqe apareceram para o observar vinham, claro, vestidinhos de extraterrestres. Lá enfiaram uns cotonetes ENORMES pela garganta do puto e pelo nariz e "vao-se lá embora para casa porque o miúdo nao tem todos os sintomas da gripe. Mantenham-se por casa até amanha que nós ligamos com o resultado da análise". Agora sem vedacoes e cenas de filme, lá viémos para casa curtir a febre do puto, porque nao podia ser medicado sem o resultado da análise.
Ontem lá veio o tao desejado telefonema de uma pediatra da Estefania com o "Negativo".
Á minha pergunta de como era agora para ter medicacao para o que lee realmente tem, foi-me dito para ir levantar a declaracao que diz que o resultado foi negativo e depois ponha-se nas urgencias...
Ora bolas!! mais 2 horas de hospital á espera de saber que paracetamol é o mais indicado e que a febre vai baixar gradualmente.
Ora, já lá vao 4 dias desde que a febre comecou e só sobe... Nao desce... Com paracetamol desce aos 38,5 e, quando passa o efeito, vai aos 39,5.
Está-se mesmo a ver que vou ter que colar a declaracao na testa do puto e ir de novo ás urgencias....
Para quem acha que isto nao funciona por aqui, olhem que funciona!! Pareciamos doentes com lepra!!
Como podem ver, as férias estao a ser fantásticas e o meu bronze está tipo "lula"!!

18/07/2009

Ó pra mim de volta!!!


Nao, nao morri, nao me aborreci de escrever, nem sequer deixei este magnifico cantinho, que tanto prazer me dá... OS GAJOS DA BT É QUE ME CORTARAM A INTERNET PARA A MUDANCA CEDO DEMAIS!!! Fónix!! Raios os partam!!!

Desde dia 3 sem internet, fiquei sem saber as novidades da blogosfera, sem noticias da maltinha de que tanto gosto.

Alguém me poe a par do que tem acontecido por aqui???

A Banita e a Ana, como se estao a dar no novo estado??

Que saudadinhas....

Muita coisa aconteceu entretanto, mas tudo a seu tempo.

Por agora quero dar um grande OLÁ aos meu amiguinhos da blogosfera.

Agora já estou em Portugal a tentar comecar as minhas férias (muito atribuladas até agora....).

02/07/2009

AH porque está frio... AH porque está calor!!!


Nunca na minha vida pensei ser tao incoerente... Mas está um calor que nao se aguenta....

A minha farronca automóvel nao tem AC e eu nunca pensei que isso fosse importante, mas hoje... Dava para fazer franguinho de churrasco lá dentro, no pára-arranca, estive mesmo para sair do carro e apanhar ar. Mas qual ar??? Nao corre uma aragem e sem água por perto é muito dificil nao chorar.

As casas sao todas preparadas para o frio e com alcatifa, nem descalcos estamos bem. SOCORRO!!!! Quero praia, piscina, alguidar gigante com água fresca, qualquer coisa, PLEEEAAASSEEE!!!

Toda a gente me diz que este calor nao é normal por aqui, mas no inverno, com -7 graus também me diziam que nao era normal... "Prontos", a culpa é da Tuga, que veio estagar o clima aos bifes!! Tá visto!!

Ok, calma mulher, tens uma mudanca para fazer, que comeca amanha (debaixo de uma "estucha" de calor valente) e de 3a a uma semana desembarcas em Lisboa (praia! praia!).
Calminha jé, jé (como dizia a minha querida avó)!

01/07/2009

E olhem o que tinha eu na caixa de spam....

O Sr Kuma Joseph, é realmente um maos largas, um verdadeiro samaritano. Raios partam o gmail que logo foi mandar este fantástico espécimen para o sapm. Como é possível???

Logo eu... Tanto jeitinho que me davam uns 2.2 Milhoes de Dólares. É que o cambio nao está famoso, mas é bem melhor que nada, nao acham???

Podia eu estar nas Ilhas Mauricias a banhar-me, mas a reserva que tenho é mesmo para Lisboa... Que peninha.

Ó Sr Joseph, quando tiver aí mais uns milhoes para dar, de algum falecido, nao se acanhe, que eu já coloquei os seu endereco de email nos meus contactos para nao acontecer o mesmo que desta vez.

Ó senhores do Goggle, tenham vergonha!! Há aí gente generosa, nao precisam de os tratar mal, tá bem??



Será que há por aí gente ingénua ao ponto de dar os detalhes bancários a estes gajos???? Se calhar há, senao estes emails nao andariam a circular... Que tristeza....

30/06/2009

Frustacao

Levei hoje todo o dia a sonhar com amanha. O dia em que o meu filhote mais novo vai para a ama de manha... Mais do que em outras alturas, precisava desse tempo para mim.
Estava tao ansiosa, que dei comigo a pensar nisso todo o dia de hoje. Até que.... Ás 4 da tarde, me liga a ama a dizer que estao todos com diarreia lá em casa e que amanha será impossivel deixar lá o miúdo...
Eu sou uma querida, boazinha e tal, mas dei comigo a pensar se nao seria possivel tomar alguma coisa para a caganeira passar rápido... Tipo imodium rapid, hein????
Pensei dizer: "O meu filho dá-se lindamente com a diarreia, nao faz mal!!",mas nao... EU SOU BOA MAE, repeti paramim incessantemente. Mas nao deixei que saisse um "As melhoras e LIGA-ME se ficarem todos subitamente curados e eu puder levar o miúdo, OK?"
OH que merda!!! E chove.... Hoje nao é o meu dia

29/06/2009

Isto é realmente um pai preocupado e triste....

No comments....

O primeiro já está

O primeiro já está. Mas que raio!! A merda que acumulamos em tao pouco espaco de tempo... É carradas e carradas de tralha para encaixotar, meter em gavetas para levar e em sacos de plástico. Sorte que a mudanca é para uma casa aqui bem perto, senao... Dava-me um treco de certezinha!!!
Comecei esta manha, pois dao-nos a chave da casa nova na Sexta-feira e eu quero ter tudo organizado até lá.

Esta coisa de termos tudo fechadinho em armários é muito estético e dá um ar muito arrumadinho, mas nao nos dá a verdadeira dimensao da "coisa" em altura de encaixotar para mudar. É sempre pouca coisa, pois "nao levamos móveis", dizia eu sempre... Mas a chatice nao sao os móveis, sao as tralhas que temos a mania de acumular, porque temos taaaaannnntaaaa peninha de deitar fora. Ora raios!!!

Já deitei fora mais coisas hoje, do que no resto do ano todo que passou...

Esta terapia é óptima para a sensacao de solidao e para a preguica também. Tinha até pensado em fazer a minha caminhada matinal, mas que se lixe!! Tenho aqui muito que fazer e as calorias queimam-se bem nas mudancas.... Espero eu....

Estou ansiosa pela casa nova, mas deixar esta faz-me sentir uma certa nostalgia. Esa foi a minha primeira casa no UK. O meu primeiro porto de abrigo fora do meu Portugal. Sinto uma sensacao estranha de abandono.

Agarro-me ás coisas, como ás pessoas. Crio lacos incriveis com bens materiais. Quando se estragam ou se perdem eu fico triste como se tivesse perdido um amigo. Sinto-me assim agora... Parece-me tao estranho que daqui a uns dias estejam aqui outras pessoas; que esteja aqui outra crianca a brincar no jardim, a mexer nas coisas que nós tocámos durante este último ano. É sim... Já passou quase 1 ano que nos viémos embora e a nossa vida está a dar outra reviravolta... Mais pequena, mas nao deixa de ser importante.

O meu filho mais velho vai realmente mudar de escola. A escola que frequentou este ano lectivo (que aqui ainda nao acabou), fica a 20 minutos de carro aqui de casa, e fica numa zona de gente muito "nariz em pé". Nao gostam de "outsiders" e muito menos de emigrantes. Ele tem passado um mau bocado com os miúdos, pois sabemos como podem ser crueis... Todo o pessoal docente tem sido impecável, mas ele tem tido alguns problemas de adaptacao e decidimos que nao o queremos ver mais triste e a chorar. Já que vamos dar mais uma volta na nossa vida, vamos dar a sério. Mudamos de casa e de escola!! A nova escola é bem pertinho de casa e podemos ir a pé, o que é bem simpático. Segundo a Directora da escola, ele vai ter um school Buddie e vai entrar na escola juntamente com uma menina que vem da Letónia sem saber ingles. Isto é mais do que ele teve na outra escola. Nunca teve alguém para partilhar a sua vivencia. Alguém que o compreendesse. E agora nem tem meninos para brincar, pois nao o querem como amigo... Passam o tempo a dizer que ele é indiano, pois é um miúdo moreno e nao é louro de olhos azuis. Gozam-no a toda a hora e ele nao está habituado a isso.

Foi um ano duro para ele e dou-lhe os meus parabéns por se ter aguentado que nem um heroi.

Hoje fala ingles e corrige-nos. Le tudo e gosta dos amiguinhos que tem aqui na vizinhanca. Está tudo encaminhado. Venham de lá as mudancas porque estamos ansiosos!!

Se correr menos bem... Ao menos eu estou aqui pertinho (se e que isso vale de algum consolo...).

Daqui a 15 dias estamos a chegar a Portugal e também estamos ansiosos.

Mas será que me vou adapatar á realidade?? Á minha realidade em Portugal?? Fugi também dos meu problemas familiares, das hipocrisias, das dissimulacoes e das faltas de amor. Agora vou dar de caras com elas. Vou ter de as enfrentar e resolver de uma vez por todas! Para o bem e para o mal!

Tudo isto me consome, me deixa num estado de desconsolo... Por um lado feliz, mas por outro, com vontade de continuar a fugir da realidade que me magoa...

Bem... Deixemo-nos de merdas e voltemos aos caixotes, que é o melhor que fazemos.....

28/06/2009

Nos últimos dias


Há alturas em que nao nos apetece partilhar, nada de nada. Queremos guardar tudo para nós, no meu caso porque nao consigo perceber o que se passa comigo...


Um turbilhao de acontecimentos, e sensacoes que assolam a minha vida: A mudanca de casa, o tentar arranjar tempo para TUDO, sem ter a que nem a quem recorrer, a mudanca de escola do meu filhote mais velho (pois está realmente difícil a adaptacao dele a uma escola de gente de nariz em pé), tratar de contratos de água, luz e gaz, fardas da escola, limpeza da casa que deixamos, a nossa ida para Lisboa logo a segiuir da mudanca, o baptizado do meu filhote mais novo e tantos outros promenores que nem interessa referir mas que me estao a deixar a beira da loucura...


Tenho momentos de desespero e até de tristeza. Sinto-me só tantas vezes, mas nao trocaria isto por Portugal. Nao por viver em Portugal... Nao pelo que já tive... Nao pelo desespero de nao saber o dia de amanha...


Mas sinto-me estranha, ansiosa, nervosa e tantas vezes triste e só...


Nem as pequenas excitacoes do dia-a-dia (sim porque eu também as tenho) me fazem sair deste ciclo vicioso.


A minha vida foi sempre assim... Tudo ao mesmo tempo...

24/06/2009

Estou com uma lanzeira...


Estou que nao me aguento... Nao, nao é do calor que se faz sentir. Aliás, qual calor???
É mesmo a dita lanzeira... Tanto para contar, tanto para partilhar, tanto para escrever... E vontade??? Hein??? Olha, nicles!!!
Já venho, vou ali tentar arrajar uma caipiroska para ver se me animo...

19/06/2009

Sao 21.30 e está assim...

Avizinha-se uma noite LOOOONNNNNNGAAAAA (noite??? um dia....)

Quero escurinho, pleaseeeee

Mais uma coisa que odeio... Dormir com claridade!!! Mas, de facto, aqui pelo Norte de Inglaterra, no Verao, practicamente nao há noite.
A foto foi tirada quase ás 11 da noite e ainda era claro. Ás 3 da manha já é claro (again). Ora a malta deita-se de dia e acorda de dia e fica baralhada.
Eu vejo-me grega para convencer os meus filhos a dormirem, pois... "Mae, ainda é de dia".
Hoje para meter o mais velho no banho ás 19.30 "Mae, já????".
Nao há os magnificos estores como em Portugal, nem portadas nas janelas. Vivemos com uns estores interiores, a que chamam "blackout blinds", que sao boas para a malta se mentalizar que tem ali qualquer coisa a fazer escuro, mas de facto nao estao lá a fazer nada!
Ontem, ás 11 da noite o meu marido dizia-me :"ó deixaste uma luz lá fora acesa, ou está de dia"... Era a 2a hipótese.
Nao dá. Eu gosto de dormir na completa escuridao. Agora, em vez de me deitar na almofada e já ir a dormir, levo uns 10 minutos para adormecer... Nao é justo!
A minha avózinha dizia que eu havia de gostar de dormir num caixao... Sei lá, pode ser que seja agora que experimente e goste...
É que dormir assim até parece que estou a dormir a sesta. E eu fico MUITO mal dispostinha quando acordo das sestas....

16/06/2009

Agora mesmo na Rádio

Nas noticias das 17, na estacao de rádio em Portugal, que ouco na net, diziam: "As obras no Terreiro do Paco vao ter que parar. Tudo gracas a uma prodencia cautelar.....".
A minha pergunta é: O que raio é uma prodencia cautelar????

Desculpas esfarrapadas


Uma das coisas que mais me irrita é quando alguém diz que nao tem noticias minhas e que está preocupado, mas sabe muito bem todos os meus numeros de telefone e enderecos (postal e de email), nao telefona porque o único telefone que tem é o telemóvel de servico e a empresa nao permite telefonemas para o estrangeiro, recebe as fotografias que mando com frequancia para o email da enteada e nem se digna a escrever ou telefonar... Fica-se em estado de (falsa) preocupacao constante e nem nos anos do filho e do neto se digna a fazer uma m@rda de uma chamada do telemóvel da mulher, que lhe custaria uns 2 ou 3 Euros.
Mas porque sao as pessoas tao hipócritas e falsas, caramba!! Nao querem falar, telefonar ou escrever, nao o facam. Eu vivo bem melhor assim...
Olhem, vao-se catar para longe!! Bem longe!!

15/06/2009

E quem tem cú tem medo....

Ah e tal, que estao 20 graus, e está sol, e está um dia fixe.... ESTAVA!!!
E de que tenho eu MUITO MEDUUUUU??? De que?? De trovoes!!
OH MY GOD!! SOCORRROOOOO!!!! Tudo treme e parece que o mundo vai acabar AGORA!!!
Ó senhores, podem por favor tirar-me deste filme?? Tipo JÁ??

Hurt


Hoje tinha muitos planos, tantos, de fazer tanta coisa, mas de facto, a um momento na minha manha, tudo ficou para depois...
Esta coisa da blogosfera tem coisas qeu nos fazem para para pensar, repensar e "sofrer" com pessoas que nao conhecemos, mas que tomamos as suas dores como sendo as nossas. E por vezes até nos identificamos um pouco com elas.
Hoje recebi um email de uma pessoa, que visitou esta minha casa um dia, e que vive um inferno de vida, com pessoas que supostamente a deviam amar incondicionalmente, e que lhe fazem a vida miserável... Como eu a compreendo...
Um egoista pensaria: "que raio tenho eu a ver com isto?? Nem conheco a pessoa em causa...". Mas eu nao consigo ficar indiferente a tanto sofrimento... O que nos leva a ter que desabafar com alguém que nao conhecemos de todo, coisas tao nossas, só para tentar aliviar a dor, o aperto do coracao??
Custa tanto a sensacao de estarmos encurralados, sem saida possivel e com tanta coisa importante em jogo...
Custa sofrer sem ter forcas para lutar, nem armas, nem independencia financeira para dar o "tal" passo importante na vida e que faria toda a diferenca na nossa vida e na dos filhos.
Porque temos que sofrer ás maos de gente má, sujeitar os nossos filhos a este sofrimento de mae só porque nao temos como nos libertarmos.
O dinheiro nao dá felicidade? Nao que nao dá!! Há por aí pessoas que se pudessem ter um bocadinho mais, fariam toda a diferenca para os seus filhos...
Eu sei o que é isso, mas tive a sorte de encontrar a pessoa certa para me tirar da lama e me dar a forca de que precisava para dar a volta por cima. E ainda estou lá em cima.
Para si H. a maior das sortes. Sinceramente, espero que tenha um final, pelo menos, tao feliz quanto o meu.
E a ti maridinho, sao histórias destas que me fazem amar-te mais e mais a cada dia que passa.... Que seria de mim sem ti??

14/06/2009

Mas que magnifica almocarada no Sábado....

Viver longe da nossa terra, implica muitas vezes, que passemos a dar valor a coisas que "usually we took for granted"!!
No sábado passado, fomos á nossa primeira reuniao com alguns portugueses que, na sua maioria, apenas conheciamos por nicknames, na blogosfera e/ou em comunidade virtual de Portugueses no Reino Unido.
Mas que fantástico! Houve mesmo por quem reforcásse a minha admiracao, pois já tinha opiniao formada á priori, e nao me desiludi. Muito pelo contrário.
Aos que sei que me espreitam de vez em quando, agradeco o convivio e tenho muita pena de ter sido pouco tempo, pois, com duas criancas, torna-se dificil ter encontros de gente crescida sem eles ficarem á beira de um ataque de nervos.
Venham mais destes, pois sabe tao bem passar umas horinhas a falar portugues para variar...

Que injusta é esta vida

Se nao tivesse os tais kilitos a mais (que é como quem diz "se nao fosses a Moby Dick fora de água"), nao terias que escolher. Aliás, nem terias o Iogurte como opcao de escolha... Terias o bolo e outro bolo...
Mas por acaso tinha um bolinho de chocolate tao tristinho da vida, fiz um chantilly para o alegrar e juntei-lhe uns morangos para lhe dar cor. E agora?? Lá vou ter de o comer... Há coisas chatas na vida. Lá vai o Iogurte magro passar do prazo...
It's a dirty job, but someone's got to do it!!!

12/06/2009

Igualdade entre os sexos

Há muito que se fala em igualdade entre os sexos, mas sempre tendo em conta que seriam as mulheres a igualar os direitos do homens. Mulheres que vencem os estigmas, as imposicoes culturais, religiosas e afins...
Mas pensando bem, será isso mesmo? Serao apenas as mulheres em busca de igualdade?
O que me fez pensar nisso foi o facto de, há 2 dias, terem vindo cá a casa as primeiras pessoas com intuito de alugar, uma vez que vamos mudar de casa.
Ora o casalinho que veio, era novinho e com uma filha de uns 6 a 7 anos, mas fiquei fixa no jovem. Tinha o cabelo castanho escuro e cheio de madeixas loiras. Daquelas que se fazem com a touca na cabeca e com uma agulha a puxar os cabelinhos para fora dos buraquinhos na touca (DORRR!!!).
Isso fez-me pensar que, ou eles sao parvos de todo, ou masoquistas.... As únicas coisas de que me consigo lembrar, que vejo homens a tentar igualar mulheres, sao as mais dolorosas....
Eles fazem madeixar e deixam que lhe puxem os cabelinhos quase um a um com agulhas e eles fazem depilacao em sitios onde as mulheres fazem e mais ainda....
Mas que se passa meus senhores... Nao vos disseram já que DOI??
Que vao querer mais?? Mestruacao? Sim, essa também pode doer e sempre teriamos a vantagem de passarmos a ser compreendidas....

10/06/2009

Os Baptistas no seu melhor...

Hoje ao telefone com a minha tia:

Tia - Hoje é feriado aqui. Estou em casa e amanha também é feriado.
Eu - Eu sei que hoje é o dia de Portugal, mas amanha? Mas feriado de que, amanha???
Tia - Nem sei... É corpo de alguém. Nao sei... Deve ser de alguém famoso que morreu a 11 de Junho...

UPSSSSS!!!! HELLOOOO!!!! Esse alguém é DEUS.....
Bem... É agora que os Baptistas se encontram todos no inferno....

07/06/2009

Estou a ficar velha e ultrapassada!


Sinto-me antiquada e velha, quando passo por uma montra de uma loja que existe perto da escola do meu filho, que é de uma artesa de chocolate, e vejo um bolinho de casamento de 3 andares, preto e branco, com dois noivos GAJOS (!!!), de maozinha dada e apodera-se de mim esta sensacao esquisita, desconfortável.....


Acrescento que a loja é numa localidade chiquérrima, tipo Cascais, cheia de lojas chiques e gente chique...

04/06/2009

E depois venham-me dizer que há justica!!!


Faz 2 anos no dia 3 de Setembro que, a minha prima T. foi atropelada, numa passadeira, no centro da Parede, em plena hora de almoco, logo, com bastantes testemunhas.
Saiu de casa para ir ao Pingo Doce comprar umas coisas e voltaria, de seguida, para casa. Eram 8 da noite e ainda nao tinha voltado, causando a todos nós uma preocupacao enorme, pois apesar de ter quase 30 anos, nao era costume desaparecer e ter o telemóvel desligado tantas horas seguidas...
A minha tia foi directa á esquadra da policia que lhe disse que tinham sido chamados á hora do almoco para um atropelamento no centro da vila, mas que nao sabiam a identificacao da vitima, que se encontrava inconsciente e muito mal tratada.
Após um telefonema da policia para o Hospital, confirmaram que uma mulher da faixa etária da minha prima, tinha dado entrada no hospital, mas que era muda, pois, após recuperar os sentidos, apenas falava em linguagem gestual.
A T. estava na faculdade a tirar Psicologia Pedagógica, com uma vertente ligada ás criancas com deficiencias a nivel da fala e audicao, tendo, para isso um curso de linguagem gestual. É uma miúda 5 estrelas! E por isso, na impossibilidade de falar, gesticulou. O nosso cerebro nao brinca em servico!!
Depois de a familia ter chegado ao hospital tudo se explicou: Traumatismo cranianao com fractura, fractura de um omoplata, 4 costelas com 2 perfuracoes de pulmao e nas pernas... Nada! Mas como nada, se o carro lhe deve ter batido na zona da anca???
Nada da cintura para baixo gracas á Mimosa, essa mesmo!! Ela trazia uma palete de 6 litros de leite Mimosa do Supermercado e foi neles que o carro bateu. Sorte no meio de tanto azar!
Mas o carro bateu-lhe com tanta forca que a projectou de um lado da estrada para o outro, só tendo parado porque, no passeio estavam umas proteccoes metálicas para os carros nao estacionarem, onde ela bateu com a cabeca, explicou depois a Policia. Segundo testemunhas o individuo que conduzia o veículo, saiu do carro e levantou a minha prima do chao e arrastou-a para mais longe da passadeira, para dar a sensacao á policia de que ela estaria fora da passadeira. Mas que ser humano faz isto a uma rapariga que acabou de atropelar e se esvai em sangue??? Em vez de ligar o 112 ou tentar pedir ajuda?? Valeram as testemunhas.
Depois de muitos meses de hospitais, do veredicto dos médicos de que ela teria sempre uma nuvem na vista, pois a lesao e a nivel do cortex e nao foi devidamente tratada no Hospital, veio o drama da seguradora, que queria a todo custo livrar-se da T.. Desta vez valeu-lhe a advogada amiga, com uma forca e garra desmedidas e que avancou com o processo para o Ministério Publico. Aí ficou a barraca armada e a seguradora passou ao ataque.
Neste momento já nao paga as milhentas despesas de médicos e exames que a T. precisa, e da última vez que ala foi ao médico da seguradora, o Sr Dr teve uma conversa surreal com ela. Do tipo: "Metes-te o Min. Público ao barulho, agora estás feita! Nem sabes onde te vais meter! Devias ter resolvido tudo connosco e evitavas os problemas que vais arranjar!". A T. saiu de lá com vontade de desistir, de nunca mais ir ao médico, de se resignar. Sente-se a acusada, a culpada de tudo que lhe aconteceu.
Perdeu o ano na faculdade e nao pode voltar tao cedo, pois tem que aguardar que o cerebro dela esteja recuperado, e isso pode demorar anos, perdeu o emprego, perdeu a auto-estima e entrou numa depressao que faz dó!
O fulano que a atropelou, ficou (só) com um agravamento no seguro e, há quase 2 anos, anda a conduzir por aí como se nada fosse. Nem uma palavra, nem um pedido de desculpas, nada! Se bem que nem sei se a minha tia o apanhasse pela frente, se nao lhe partiria a tromba toda!
Como a justica em Portugal é muito eficaz, o processo está, e estará, em tribunal, a seguradora nao paga mais nada, pois está tudo a ser alvo de contabilizacao para efeitos indeminizatórios e a minha tia toca de se chegar á frente. Até quando?
Porque teem as vitimas de ser tratadas como criminosos, quando reclamam os seus direitos?
Isto é justo?
T. meu amor, gosto muito de ti e nao gosto nada de te ver neste processo de auto-destruícao. Tu és linda por dentro e por fora.

03/06/2009

Quando é suposto deixá-los voar?

Há vezes na nossa vida em que desejamos sair de nós e só voltarmos quando estiver tudo (bem) resolvido. Uma dessas e quando temos que decidir se os nossos rebentos sao crescidos o suficiente para lhe darmos liberdade, independencia, para confiarmos finalmente nos ensinamentos que lhes demos até ali. E quando? Quando o devemos fazer? Se para nós eles sao os nossos eternos bebés....
Hoje de manha ouvi uma noticia que me deixou a pensar. Falava de um rapaz de 12 anos que tinha sido alvo de tentativa de sequestro por parte de uns individuos num BMW, que se aproximaram dele quando este ia para a escola, ontem, e de uma das portas traseiras do carro um deles lhe agarrou a mao e tentou, (felizmente) sem sucesso, puxá-lo para dentro do carro.
Este é um caso de sucesso, em milhares deles que nem deixam rasto. E é mesmo isto que me assusta... Nao que eles se magoem ou se percam, mas sim se arranjarem as companhias erradas, serem aliciados por alguém com más intencoes, serem levados de mim para sempre, sem deixar rasto...
Todos teem a sua pancada e a minha é esta. Tento ter um ar de mae que compreende que os filhos teem que ser independentes, que um dia vao voar do ninho, mas de facto faco-o com o coracao nas maos. Com receio de me arrepender de cada passinho de liberdade que lhes dou.
Ontem o meu filho mais velho brincou com um amigo aqui na rua, que até é uma praceta sem movimento, quando me pediu para ir brincar para casa do vizinho, que tinha acabado de conhecer, eu hesitei, disse que sim e contei, nao os minutos de ausencia, mas os segundos...
O desconhecido assusta-me, faz-me recear perde-los. E aqui, nas noticias, é a toda a hora que tomamos conhecimento de criancas que desaparecem, quer por vontade própria (muitas por conhecimentos na internet), quer por rapto. Nem as milhentas cameras de CCTV por todo o lado os trazem de volta...
Nao quero que toda esta inseguranca passe para os meus filhos, quero, a todo o custo, ser uma mae normal, e quero deixa-los serem meninos e depois homens normais, e por isso, batalho a cada dia contra estes meus receios.
Mas agora que o mais velho tem 9 anos, parece que vou ter que interiorizar rapidamente que ele já é um rapazinho e que, com a velocidade a que passa o tempo, será em breve um adolescente. Estarei preparada para o deixar voar???

O que é que nao me doi???

O resultado de nao fazer a ponta de um corno a pé desde que tirei a carta á 8 anos, é que há 2 dias fui fazer uma caminhada de 4 milhas (o Goggle diz que sao 6,437 Kms) aqui pela vilória, sendo que metade foram a subir e metade a descer, e agora tenho um andar novo...... Mexo-me a MUITOOOOO custo..... Agora sim, sei quantos músculos tenho nas pernas e nas "nalgas"....
Raios partam a gaja que nao sabe estar quieta!!!

Aliás a foto nova do blog, foi tirada na minha caminhada da morte....

02/06/2009

Estranho, muito estranho....




Tenho saudades da Rádio Comercial, tantas, que a ouco todo o dia na internet. A forma como se faz rádio em Portugal é de longe (tao longe que nem se ve...) melhor do que a que se faz por aqui.
Para comecar, falam até vir a mulher da fava rica, mas falam de tudo, com todos, atendem telefones com micros abertos e acreditem que isto é do menos estranho que há....
Esta manha, ia eu a ouvir a minha rádio matinal no carro, pois é a que menos conversa da treta tem e mais música dá á malta que acabou de acordar e que, por isso, tem o Tico e o Teco a fazer óó ainda, e sem mais nem porque..... Os gajos estao a comer sandes de bacon ao vivo e a cores a mastigar a "mnham, mnham" e a conversarem uns com os outros acerca da comida (com a boca cheia) como se a malta nao estivesse ali...
Ó senhores da rádio, nao vos disseram que é falta de educacao falar com a boquinha cheia?? E ignorar a malta que vos ouve, nao será também????
No outro dia discutiam os valores que recebiam e valores de IRS (cá do sitío), esquecendo-se completamente da malta que ligou o rádio para ouvir uma musiquinha. Mas que merda temos nós a ver com a vida privada deles???? Que quero eu saber se as sandochas do pequeno almoco estao boas e sentir cada mastigadela com os meus ouvidos???
Amiguinhos, vamos lá respeitar os ouvintes e por mais música e menos conversa de encher pneus e de preferencia música deste século, se nao é pedir muito....
Meus queridos amiguinhos da Rádio Comercial..... Eu tenho taaaaaannntaaaassss saudadinhas vossas.... Até da Ana Isabel Arroja, com quem tanto embirrava.... Volta filha, estás "aperdoada"!!!

01/06/2009

Voltar a trás no tempo...

Engracado como a nossa vida d á voltas e voltas e quando pensamos que temos a nossa independencia, que já podemos fazer o que nos dá na real gana, pois estamos crescidos, adultos e já pagamos as contas da casa.... UPSSSS.... Veem os filhos, que crescem e nós voltamos á idade do esconde, esconde, do ter que saber que nao se pode fazer ou dizer determinadas coisas. Volta o proibido, mas os nossos policias deixaram de ser os nossos pais, para serem os nossos filhos.
Assim refiro-me ás asneiras que dizemos quando estamos furiosos, ás manifestacoes de carinho com a nossa cara metade ou até a determinadas atitudes que temos e que nos sao permitidas por que somos crescidos.
Lembro-me que nem "porra" e "Xissa" podia dizer em casa em miúda.... E agora??? Posso??? Claro que nao!!! Muito menos as "outras" piores um pouco... Nao porque venha de lá um raspanete, mas porque passados 20 segundos teria 2 criaturas a dizerem todas elas sem pudor a toda a gente, porque a mae diz....
E na intimidade??? Esquecam o "a toda a hora, a todo o momento e em qualquer sitio".... Eles mandam... Calminha papás que a malta pode estar alerta e querer saber o que andam a fazer ás escondidas...
Mas assim sendo, voltamos á máxima de que o "fruto proíbido é o mais apetecido"... Ou nao?
É um regressar á juventude, mas com receio de sermos apanhados por catraios.....
E porque este post agora?? Porque hoje??? Porque veem aí os dias de calor e o calor puxa e stas coisas do íntimo... I'm only human....

Aos pequeninos do mundo

Bem sei que o dia das minhas criancas é cada dia do resto da minha vida, mas neste dia específico, gostaria de me (re)lembrar de todas as que cedo deixam de o ser (ou que nunca o foram mesmo). Das que comecam a trabalhar com idade de brincar, que sao diariamente maltratadas por adultos frustrados e maus, que nao teem escola, nao teem brinquedos, parques para brincar, nem sequer comida para comer e até as que padecem de doencas que as atiram para hospitais, camas ou para longe de outras criancas e que as impedem de ser isso mesmo... Criancas!!.
A miséria infantil parte-me o coracao, faz-me sofrer, muito.
Desde que fui mae, entao...
Nao me alongo mais, pois este post é suposto ser de muita esperanca, muita vontade de que tudo mude.
A todas as criancas por este mundo fora desejo um fantástico dia!

28/05/2009

10 months already

Como o tempo passa... É assim que nos apercebemos que a vida passa mesmo a correr. Sem pedir licensa, passa por nós e continua na sua correria.
E assim sendo, passaram já 10 meses desde que, pela 1a vez, os 4, desembarcámos no aeroporto de Liverpool, mas desta vez, para ficar.
Guardo com carinho as folhas A4 com os e-tickets e os taloes de embarque, pois quem diria que nós estariamos um dia a mudar de casa e de país.
Toda a minha vida foi tracada com mudancas bruscas, sempre me atirei de cabeca para tudo e depois... logo se ve... Mas com 2 filhos, é tao dificil fazer-se de animo leve. Traz tanto remorso, tanta dúvida, tanta culpa.
Mas, no nosso caso, todos esses aspectos negativos, todas as rugas e cabelos brancos que ganhámos, se provaram desnecessários, pois estamos MUITO melhor todos (filhos inclusivé).
O saldo é o mais positivo que poderiamos esperar e estamos felizes e prestes a fazer a nossa 1a mudanca de casa em Inglaterra. Isso é bom, nao é?
Toda a adaptacao, ainda decorre, mas com muita calma, muito amor de todos nós por todos nós e se algo de muito bom aconteceu, foi que estamos muito mais próximos uns dos outros, muito mais amigos e muito mais felizes.
Saudades de Portugal? Muitas! Mas de férias!
Portugal tratou-nos muito mal. Experimentámos outra realidade e "voilá"... estamos bem melhor!
É uma experiencia que aconselho vivamente!

27/05/2009

Perdi 10 anos de vida


Já de si é assustador ter que andar com o carro do meu marido, pois tem 2 vezes mais o tamanho do meu e é DELE!!

Ando como se estivesse a andar no carro de sua Magestade a Raínha de Inglaterra, com todos os cuidados e mais algum, mas há coisas que só acontecem porque temos os sentidos completamente alerta.

Estava eu descansadamente a acabar de estacionar a viatura no lugarzinho de estacionamento do supermercado, que estava quase vazio, só tendo eu um carrito ao meu lado esquerdo e outro a trás, quando, o dono da viatura ao meu lado, resolve comecar a retirar a sua viatura do estacionamento para se ir embora.

Nao estando á espera, e vendo o carro do lado a andar (sem reparar que estava um senhor lá dentro), o meu primeiro pensamento foi: "O MEU CARRO ESTÁ A ANDAR SÓZINHO!!".

Em breves segundos deito a mao ao travao de mao, mas o carro estava já travado. Deito os pés aos pedais todos sem excepcao e tento encontrar o que trava, sem conseguir pensar. PANICO!!!

Até descobrir que o senhor estava ao volante do carro ao lado e era ele que se estava a mexer....

UFFFF!!!

Fiz as compras e esqueci-me de metade das coisas e cheguei a casa ainda a tremer.

A ilusao de óptica é lixada!!

26/05/2009

Viver sem espelhos


Nunca na minha vida pensei que fosse possivel, e desenganem-se os que pensam que vou falar de feios e gordos (ou vou??), mas, de facto, há quase 10 meses que nao me vejo ao espelho...
Pois que nao sei se estou mais gorda, mais magra, porque tenho um espelho redondo no WC com cerca de 15 cms de diametro, só!
É um verdadeiro desafio! Pois apenas confiamos nas opinioes uns dos outros para nos sentirmos bem. E resulta!
Nao podendo fazer furos nas paredes a torto e a direito, sendo esta uma casa provisória (até ver), nao havendo um espelho no WC, nem roupeiros nos quartos (pois nao é hábito por aqui), torna-se dificil ter um maldito e tao útil espelho. Podem algumas pessoas pensar porque nao tenho um espelho com pés?? Pois nao há espaco nos quartos para esses luxos. As divisoes sao tao grandes, que o quarto do meu filho mais novo tem o tamanho da minha casa de banho em portugal. O meu quarto é ENORME (como dizia a madame da agencia), mas com roupeiros (mesmo sem portas) fica-se pela sua insignificancia.
Agora pergunto-me: Como consegui sobreviver 10 meses sem um espelho?? Logo eu que sou tao gaja???
Mais uma vitória nesta nova vida. Agora falta-me aprender a viver sem sol....
Life really sucks!!
Primeira compra para a casa nova: Um espelho (logo a seguir á mesa da cozinha que já está comprada)

Devia ser proíbido


Depois de um fim-de-semana prolongado, comeca hoje a semana da desgraca total.... Tenho os 2 filhos a tempo inteiro, pois a escola está de férias até 2a Feira que vem.

Tudo organizado para fazermos uma passeio ao parque, pois está um lindo dia de sol lá fora e eu dou em doida com os dois catraios em casa.

11H30 toca o telefone e é o Sr da agencia a dizer que vem cá a casa ás 2 da tarde tirar fotos para colocar a casa para alugar na internet.... UPSSS!!!!

Fim-de-semana prolongado significa casa virada do avesso!!!!!

OK! Esquecam o parque e vamos todos arrumar a casa... Ao fim de 10 minutos... Esquecam o "vamos todos" e entretenham-se a fazer outra coisa que nao seja desarrumar o que eu já arrumei...

Basicamente recordei velhos tempos, em que quase tudo era atirado apra dentro dos armários e estes fechados para que tudo ficasse arrumadissimo. Um primor...

Só que nos "velhos tempos" era para enganar a mae e agora é para enganar o fotógrafo!!!

Eu lá quero a minha casa desarrumada para a posteridade....

Bem... Agora vou ali atirar-me para cima do sofá e esperar a morte... É que, mesmo arrumar á trolha, dá um trabalhao do caracas e eu nao fui talhada para dona de casa!!!

25/05/2009

Day out


Finalmente fomos bafejados pela sorte de ter o sol como companhia. Tiveram até 20 Graus e pudemos tirar as nossas t-shirts de manga curta da gaveta (PUFFFFY, que cheiro a mofo!!!).
Aqui bem pertinho de casa, descobrimos um pequeno paraíso para graúdos e miúdos. Uma quinta com Porcos, leitoes, Vitelos, ovelhas, coelhos, porquinhos da india, cavalos, poneis, burros, cabras (e c@broes...). Tudo muito bem arranjado e onde os visitantes podem, nomeadamente, pentear porquinhos, pegar em pintos, porcos da india, andar de tractores a pedais, fazer pic-nic... Sei lá... Tudo o que a imaginacao permitir...
Chegámos tarde, pois nem imaginávamos o que nos esperava, mas a surpresa foi, por demais, agradável e prometemos voltar para um "all- inclusive of fun"!!